Apanhado! Piloto Esquece-se de Desligar o Sistema de Pulverização de Chemtrails Antes de Aterrar

Um piloto de um avião comercial cometeu um erro que, irrefutavelmente, prova a existência de Chemtrails esquecendo-se de desligá-los antes e aterrar! O vídeo abaixo mostra o avião a aterrar ainda com o sistema de pulverização de Chemtrails ligado.

Esta é a primeira evidência empírica que vem suportar as reivindicações feitas de pessoas manchadas como “teóricos da conspiração” que afirmam que as companhias aéreas estão a ser usadas ​​pelos governos para pulverizar aerossóis no ar sem o conhecimento ou consentimento das pessoas que estão a ser pulverizadas.

Com uma prova como esta, o público agora tem legitimidade para aplicar processos, utilizar intimações e forçar a descoberta de provas.

Apesar do avião estar a aterrar em tempo nublado, a emissão de Chemtrails é inconfundível; a sua existência não pode ser negada ou refutada pelo mau tempo.

Em primeiro lugar, os rastos não vêm da parte de trás dos motores a jato. Em segundo lugar, os rastos não são meramente água arrastada para fora das bordas das asas porque enquanto o avião passa, para além dos rastos emitidos pelas asas, existem claramente rastos que saem de várias secções na parte traseira das asas numa adição clara para a água que pode estar a lavar a asa durante a aterragem.

No entanto, não existe nenhuma indicação onde este vídeo foi feito ou quando realmente ocorreu. Ainda assim, esta é uma prova irrefutável para aqueles que sempre negaram a existência dos Chemtrails.

Veja por si mesmo.

(turnerradionetwork)

Gigantes e Humanos Híbridos

Os Gigantes e os Humanos Híbridos nunca existiram pois não? Uma das realidades com que somos confrontados é que estamos a ser desviados pela história da humanidade.

Cada vez mais existem relatos sobre escavações onde são encontradas anomalias que nos deixam estupefactos. Os governos do mundo têm escondido estas anomalias para deixar as pessoas adormecidas.

Agricultores, mineiros, arqueologistas, etc. Todos eles têm desenterrado descobertas maravilhosas, mas quando  reportam à autoridades sobre tais descobertas é-lhes dito para voltar a enterrá-las ou queimá-las, e se não o fizerem a Elite trata de fazê-las desaparecer da face da Terra, às descobertas e a quem as descobre, isto se não ficaram calados sobre o assunto…

Aceda ao PDF do livro em Inglês clicando aqui

Eles Esperam, Eles Morrem

Saudações aos caros leitores.

Neste artigo escolhido cuidadosamente por nós, poderão ver uma amostra completa de uma das técnicas de extermínio da Cabala.

A situação aqui referida passa-se nos EUA, mas aqui do outro lado do oceano Atlântico, a questão não é muito diferente.

Por todo o lado no mundo Ocidental, as camadas mais velhas da população estão claramente “debaixo de fogo”, e através de técnicas que acabam por passar despercebidas, as pessoas vão desaparecendo e a Cabala leva avante a sua agenda de extermínio e erradicação geral!

É indispensável que as pessoas acordem e comecem a questionar tudo á sua volta, e optar por não o fazer, é aceitar silenciosamente o seu trágico e doloroso destino e das suas famílias também, é aceitar a morte gratuitamente dada por um grupo de psicopatas que não hesitará nunca em condenar milhões de pessoas ao esquecimento!

Quem está a ler este artigo tem o dever cívico de alertar o próximo, afinal é tudo uma questão de informação, nada mais. As evidências estão bem à nossa frente, cabe a cada um de nós fazer o que a sua consciência lhe dita.

Esperemos que ainda haja tempo para reverter e parar este insano ataque à humanidade deste planeta…espero que sim…

Veja a noticia aqui: Veterans: They Wait, They Die

Abraço.
Simon LB

Novos Estudos Mostram Riscos de Saúde Provenientes da Tecnologia Sem Fios

Avisos vêm da BioInitiative Working Group / Universidade de Albany, Rensselaer, Nova York.

O Grupo de Trabalho da BioInitiative diz que está em forte crescimento as evidências de risco para a saúde da tecnologia sem fios e garante acção imediata. O Grupo lançou uma actualização que cobre novos estudos científicos entre 2012 a 2014.

Novos estudos intensificam preocupações médicas sobre tumores cerebrais malignos proveniente do uso do telemóvel. “Existe um consistente aumento do padrão de risco de glioma (tumor maligno no cérebro) e neuroma acústico devido ao uso de telemóveis e de telefones sem fio”, diz Lennart Hardell da Universidade de Orebro, na Suécia, de acordo com estudos divulgados em 2012 e 2013.

“Evidências epidemiológicas mostram que a radiofrequência devia ser classificada como um carcinogéneo humano. Os limites de segurança existentes das FCC/IEEE e da ICNIRP não são suficientes para proteger a saúde pública”.

A BioInitiative relata efeitos no sistema nervoso em 68% dos estudos sobre a radiação de radiofrequência (144 de 211 estudos ) em 2014. Isto foi aumento de 63% em 2012 (93 de 150 estudos) em 2012. Estudos de radiação de baixa frequência são relatados por causar efeitos no sistema nervoso em 90% dos 105 estudos disponíveis em 2014. Efeitos genéticos (danos ao ADN) de radiação de radiofrequência são relatados em 65% (74 de 114 estudos ); e 83% (49 de 59 estudos) de estudos extremamente baixa frequência.

Dispositivos móveis sem fios como telemóveis e tablets são grandes fontes de stresse biológico desnecessário para a mente e para o corpo que pode desbastar resiliência ao longo do tempo. O relatório adverte sobre o uso wireless nas escolas. As escolas devem fornecer acesso à internet sem Wi –Fi.

“É essencial haver uma experiência não regulamentada na saúde e aprendizagem das crianças. Microondas e tecnologia wireless interrompem o pensamento – o que poderia ser pior para a aprendizagem? A tecnologia pode ser usada de forma mais segura com dispositivos com fio que não produzem estes níveis de interrupções de radiação de microondas biológicos”, disse Cindy Sage, Co-Editor do Relatório BioInitiative.

Programas federais nos EUA como o ConnectED e o E -Rate estão a incentivar a tecnologia wireless para as salas de aula, ignorando a evidência de saúde. Hiperactividade, problemas de concentração, ansiedade, irritabilidade, desorientação, comportamento distraído, distúrbios do sono, dores de cabeça, tudo isto é reportada em estudos clínicos.

As avaliações do Governo sobre os impactos na saúde da radiação de radiofrequência sem fios da União Europeia e da Austrália continuam a ser inconclusivos, em grande parte porque eles exigem certezas antes de emitir avisos. A revisão da FCC sobre os impactos na saúde de tecnologias sem fios ainda está em andamento, mas não afectou o incentivo sobre a rede wireless para as salas de aula.

Consulte os estudos da BioInitiative aqui: http://www.bioinitiative.org/

(activistpost)

Genocídio?

Aqueles que apoiam as usinas nucleares trabalham para Satanás, quer saibam ou não.

Todas as 104 usinas nucleares Americanas, e as 435 plantas espalhadas pelo mundo inteiro têm fugas com graves níveis de radiação e tem sido assim desde que a primeira usina foi construída.

A fuga de radiação destas usinas nucleares, e as toneladas de resíduos radioactivos não desaparecem simplesmente; ela bioacumula, juntamento com munições de urânio empobrecido e testes atómicos, até que a maioria das pessoas que você conhece tem cancro terminal.

Além disso, cada usina de energia nuclear no mundo corre o sério risco de se tornar um grande desastre, talvez pior do que os desastres em Three Mile Island ou Chernobyl. Seria preciso outro mega- desastre para igualar o que aconteceu em Fukushima.

Por alguma razão desconhecida muitas das usinas nucleares do mundo foram construídas perto das principais linhas de falhas tectónicas, estando sujeitas a terremotos. Um acidente? Mera estupidez? Talvez não.

Enquanto isso, a grande media ainda demoniza usinas movidas a carvão para produzir electricidade, sem mencionarem uma palavra de que podem ser limpas com lavadores ou com carvão limpo.

E apesar da tragédia de Fukushima ser uma catástrofe constante que poderá durar milhares de anos, as forças das trevas estão a construir mais 176 usinas nucleares.

O site Scientific American diz-nos que só os EUA, as usinas nucleares produziram cerca de 64.000 toneladas de resíduos radioactivos sem haver um lugar seguro para manter esses resíduos.

A insanidade de construir mais usinas de energia nuclear mesmo quando não temos nenhuma solução de armazenamento seguro para barras de combustível irradiado é difícil de entender.

Ainda assim, a indústria de energia nuclear tem o apoio de pessoas que não devem ter a menor ideia do custo em termos de dinheiro, saúde e vida.

Estaremos nós no caminho do genocídio?

(veteranstoday)