O Aterrador Futuro dos EUA e do Mundo

7982_230868333746184_1527599490_nAqueles que controlam o governo dos Estados Unidos estão fazendo algo grande.

O que se segue é um conjunto de evidências a partir de fontes convencionais, as quais serão listadas no final do artigo (ver no artigo original).

Vamos então ligar os pontos para descobrir o que pode ser o futuro aterrorizante dos Estados Unidos e do Planeta.

A imagem unificada que se vai ver, uma vez que esses pontos estão ligados, será aterrorizante para algumas pessoas, especialmente para quem nunca foi exposto a este tipo de informação antes.

Assustar as pessoas, no entanto, não é o objectivo desta informação. O objectivo é motivá-lo a agir, e fazê-lo rapidamente, pois o tempo é curto. Mas isso só irá acontecer se você entender o que está realmente em jogo.

Na última década, o governo dos EUA foi radicalmente transformado. Essas transformações começaram com a aprovação da Lei Patriota, que ocorreu durante a administração Bush. A transformação continuou sob o actual presidente, Barack H. Obama, que veio para consolidar ainda mais o trabalho de Bush, quando assinou o NDAA em 2012 e 2013.

O conteúdo dessas leis eram advertências ameaçadoras do que estava por vir, mas na época, para os americanos, as mudanças que estavam a ocorrer tiveram pouco efeito sobre as suas vidas. Pelo menos, isso é o que eles pensavam.

Contagem regressiva para um futuro aterrorizante?

A introdução do Departamento de Segurança Interna e as novas políticas invasivas da TSA em aeroportos eram desconfortáveis, mas para a maioria da população não valia a pena resistir.

Ouvimos histórias que o governo ouvia conversas telefónicas das pessoas, e entrava nas casas sem mandado, mas tudo isso, acontecendo nos bastidores, realmente não afectava a população em geral.

Ocasionalmente, os principais meios de comunicação mencionaram a extraordinária rendição e tortura de suspeitos de terrorismo em prisões militares, e é claro que esses analistas políticos fizeram o possível para convencê-lo de que tudo isso foi justificado e necessário para sua segurança.

Em seguida, Obama veio com a cena de uma esperança promissora e mudança. Mas não demorou muito para ele começar a mostrar a suas nova cara, como por exemplo, quando renovou o Patriot Act e desistiu da sua promessa de fechar Guantanamo.

Quando Obama assinou o NDAA dando aos militares o poder de prenderem qualquer pessoa, incluindo cidadãos norte-americanos, por tempo indeterminado e sem qualquer tipo de julgamento, e quando ele reivindicou o direito de matar cidadãos americanos sem julgamento dentro dos EUA ou no exterior, houve alguma indignação, mas essa indignação desapareceu quando novas manchetes puxaram as suas atenções para longe.

Superficialmente, você pode ter olhado para essa cena e achar que nada disso iria afectar a sua vida. Então deixou de pensar nisso, simplesmente resolveu deixar para lá, esquecer.

Mas se tivesse prestando bastante atenção, teria notado que as coisas estavam, meticulosamente, mudando pouco a pouco. Câmaras estavam a começar a aparecer em todos os lugares, a polícia começou a ser militarizada e drones começaram a patrulhar os céus no mundo inteiro, países começaram a adoptar os drones usando várias desculpas para fazê-lo. Mas, nos bastidores, algo ainda maior estava a acontecer.

Informações biométricas começaram a ser reunidas a partir de manifestantes não violentos quando eram presos, inclusive de todos os imigrantes que entravam no país, desde crianças em idade escolar sem a permissão dos pais, e até mesmo do público em geral, sem o seu próprio conhecimento.

O governo tem recolhido essas informações e compilado no maior banco de dados biométricos do mundo. Esta base de dados referida como NGI estará on-line em 2014.

Essas leis e preparações têm vindo a construir os mecanismos para a polícia tornar um estado totalitário pedaço por pedaço do planeta. E agora eles estão a tentar colocar as medidas finais no lugar.

A nova lei de imigração proposta, chamada de “Border Security Economic Opportunity and Immigration Modernization Act”, que está em debate, tem os dois elementos finais.

A primeira é a prestação de um banco de dados federal de emprego, em que todos os trabalhadores terão de ser aprovados para que consigam um emprego. Esse banco de dados vai se interligar com outros bancos de dados do governo, ficando ao critério do Departamento de Segurança Interna. O DHS terá autoridade para aumentar unilateralmente os requisitos de identificação à vontade, e exigir que essas normas sejam aplicadas como uma condição de emprego.

O que isto significa é que, uma vez que isto esteja 100% implementado, o DHS decide através dos cartões de identificação, estes que devem conter informações de digitalização da íris ou impressões digitais (frente ou mão direita), e você terá que dar a eles, caso contrário não terá permissão para trabalhar, comprar ou vender.

Mas, as implicações do banco de dados NGI, combinadas com o novo sistema de identificação vai muito além do local de trabalho.

Na lei de imigração há uma disposição para estabelecer um sistema de leitura biométrica em todos os aeroportos internacionais de chegadas e partidas. O sistema que se propõe a lançar ao longo dos próximos 6 anos é, inicialmente, apenas para visar os imigrantes, para em seguida, começar a ser usado em todo o público. Então, a mudança não precisará sequer ser anunciada, porque graças a evolução da tecnologia biométrica, hoje permite que a identificação seja feita à distância.

Eles podem fazer isso com o software ligado às câmaras de segurança usando reconhecimento facial, scanners de íris infravermelho e até mesmo o ritmo da sua caminhada.

Identificação por padrões únicos de movimento, conhecido com reconhecimentos envolvidos, que deverá até ser usado nos drones.

Uma vez que o sistema de verificação biométrica está configurado em todos os portos de entrada e de saída, ligando tudo ao banco de dados NGI, câmaras de vigilância existentes e drones rastrearão os movimentos dos cidadãos em qualquer lugar, e em todos os lugares, incluindo áreas de deserto.

Uma das características mais importantes de um estado policial é a criação de sistemas de controle de, quem pode entrar e quem pode sair. Tais sistemas são usados ​​frequentemente para evitar que os dissidentes políticos escapem. Isto é muitas vezes combinado com uma vigilância intensiva internamente tanto das comunicações e das actividades pessoais e à força policial brutal que opera acima da lei.

Nunca na história de qualquer ditadura no mundo, houve um sistema de monitorização de vigilância tão sofisticado e poderoso como o que os Estados Unidos está prestes a concluir. Nunca.

Soviéticos tinham fronteiras elaboradas com duplo arame farpado, campos minados e torres de guarda, mas nada disso se compara a uma fronteira patrulhada por drones de alta tecnologia ligados ao maior banco de dados biométrico do mundo, com scanners biométricos em todos os pontos de entrada e saída.

Quando isto estiver concluído, eles superarão verdadeiramente George Orwell.

Abuso de poder

O governo nunca abusa do poder, não é?

Afinal, a América é o maior farol do mundo de esperança e liberdade, e a media apenas conta a verdade, não é mesmo?

Se você acha realmente isso, está totalmente, completamente e absolutamente enganado.

O facto de que o governo dos EUA já ter estabelecido uma lista no-fly maciça e secreta e o facto de que os activistas anti-guerra já terem sido colocados na lista por razões políticas, deve ser considerado um sinal de alerta.

Na sua forma actual, já é impossível para os cidadãos descobrirem se o seu nome está ou não na lista, e não há nenhum processo para ter seu nome retirado da lista.

Então aqui está a verdadeira questão, você confia no governo dos EUA com este poder todo?

Aliás, você confia no seu governo?

Você realmente acredita que o seu principal objectivo é protegê-lo?

Se assim for, você realmente, de facto e conclusivamente, não tem mesmo prestado atenção.

Em 2013, foi-nos dado um pequeno vislumbre do que está por vir para a América.

No caso Dorner tivemos um homem acusado de assassinato e condenado pela media como culpado. Esta condenação foi baseada num manifesto apertado que ele supostamente havia escrito, embora não houvesse nenhuma evidência real de que Dorner tinha escrito o manifesto.

Uma caça ao homem foi posta em movimento a nível nacional. Estradas completas foram bloqueadas e carros foram revistados, a polícia mudou de bairro em bairro em revistando centenas de casas sem mandado e drones foram accionados para caçá-lo. Uma vez que Dorner finalmente foi encontrado, a polícia intencionalmente colocou fogo no edifício onde ele estava supostamente escondido, queimando o homem até a morte.

A polícia inicialmente negou que tinha ateado o fogo, mas foram forçados a admitir que o tinham feito devido a uma gravação em áudio da própria polícia, que foi revelado ao público. Surpreendentemente, apesar da prova apontar a polícia como culpada de ter ateado o fogo, nada aconteceu.

Ninguém na grande media ou o governo sequer suspirou.

Vimos então o caso do atentado de Boston, onde dois suspeitos foram presos com evidências igualmente ténues. Apesar de fotos dos eventos mostrarem um número grande de indivíduos que estavam claramente envolvidos, essas outras pessoas nunca foram mencionadas pelas autoridades ou pelos principais meios de comunicação. Toda a atenção foi desviada, como se já estivesse provado que os culpados eram os irmão Tsarnaev.

A caça para capturar esses dois meninos foi sem precedentes. O DHS rolou pelas ruas com veículos blindados com um nível militar, revistando casa a casa, sem justificar absolutamente nada, instituindo uma forma improvisada de lei marcial, porque eles podem, e porque têm esse poder.

Os irmãos Tsarnaev foram finalmente capturados e foram mostrados em imagens a serem presos, vivos e bem de saúde, mas mesmo assim, horas depois, ambos estavam cheios de tiros, cheio de parafusos.

O irmão mais velho morreu, o outro ficou incapaz de falar, e o governo e os meios de comunicação ficaram em silêncio.

E a história não termina aí, Ibrahim Todashev, um amigo do irmão de Tsarnaev foi brutalmente assassinado pelo FBI apenas algumas semanas mais tarde. Ele foi baleado seis vezes no corpo e uma vez na parte de trás da cabeça; assassinado em estilo de execução a sangue frio.

Todashev estava desarmado, mas os agentes afirmaram que ele atacou.

É difícil imaginar o que um homem desarmado poderia fazer para merecer tantas balas e principalmente, uma bala na parte de trás da cabeça.

Tudo isso cria um novo precedente na forma em que o governo dos EUA persegue suspeitos, com perseguições militarizadas, instituindo lei marcial, e actuando como juízes, júri e carrascos nas ruas, que se transformaram em campos de batalha.

Eles matam impunemente, com base nas suas provas inexistentes, todos com o apoio de um tradicional circo dos media em que transmitem todo o evento para o seu entretenimento.

Um documento do Departamento de Defesa, intitulado “Internment and Resettlement Operations”, também conhecido como FM3-39,40, foi divulgado este ano, revelando planos detalhados para o estabelecimento de campos de internamento militar dentro dos Estados Unidos.

O documento mostra claramente a colecção de números de segurança social, e significa que será usado para os cidadãos norte-americanos, é revelado ainda diagramas para três diferentes tipos de campos que estão para ser implementados. Esses diagramas mostram salas de interrogatório, torres de vigia espalhadas por todo lado e arames farpados duplos em torno dos acampamentos.

Cobrimos este documento em detalhe no vídeo intitulado, “Leaked Document Military Internment Camps in U.S. to be used for political dissidents”.

Mas espere, tem mais! O Departamento de Segurança Interna passou recentemente por uma onda de compras de bala, compra de mais de 1,6 bilhão em apenas alguns meses. Após o sucesso da media em encobrir a grande compra, o DHS pediu mais balas. Uma grande percentagem desses balas são pontos ocos e chumbo grosso que não podem ser usados ​​pelos militares.

É importante dizer que o DHS opera apenas no mercado interno.

O DHS afirma que essas balas serão utilizadas em treinos, mas qualquer um que entenda alguma coisa sobre armas, sabe que você não usa pontos ocos em treinos. Pontos ocos são muito mais caros do que FMJ. Além disso, esta é a munição oficial que os soldados norte-americanos têm usado na guerra.

1452335_10151932575933459_1812945252_n

Em paralelo tivemos o senador Coburn a lançar um artigo sobre gastos desnecessários no DHS, na qual ele apontou um exercício de treino bizarro, onde o DHS praticava tiros em civis disfarçados de zombis. Coburn enfatizou o aspecto dos gastos, mas se você assistir às cenas reais e colocá-las todas dentro de um contexto, verá que o verdadeiro objectivo desses exercícios é muito mais preocupante.

Funcionários do DHS estão a ser condicionados a dispararem sobre civis desarmados. A maquilhagem zombi é apenas uma cortina de fumaça.

Acredite ou não, esta é apenas uma fracção da evidência do que podemos apresentar aqui. Há muito mais que você vai encontrar se fizer a sua própria investigação.

Se esta é a primeira vez que você encontra esta informação, a realidade é que, se olhar a partir de uma perspectiva histórica, verá que não há nada aqui que nós estejamos a mostrar que seja incomum. Países escorregam em ditaduras totalitárias o tempo todo, vocês tem apenas sido condicionados a acreditarem que isso nunca poderá acontecer na América.

Mas não só pode acontecer na América, como já está a acontecer, está acontecer agora e acontecerá no mundo inteiro.

Há três maneiras de lidar com o que você acabou de ler. Um, pode fingir que tudo isso é uma teoria da conspiração de personagens que usam chapéus de papel alumínio. Mas para fazer isso vai ter que ignorar a própria razão e a extensa documentação dada a partir de fontes convencionais, ou seja, da própria media tradicional que todos sabemos que é controlada. Alguns podem chamar de cepticismo, mas um termo mais preciso é a ignorância intencional.

A opção número dois é acovardar-se, tentar esconder-se e fazer tudo que puder para evitar que lhe controlem a localização e a atenção do governo.

A opção número três é que você pode lutar para parar com isso. Recordar que este é apenas o plano daqueles poucos que controlam o planeta, mas não deve ser necessariamente esse o destino que precisa chegar.

Os poderes têm um calcanhar de Aquiles, e é aí que devemos aplicar. Estes oficiais do DHS são pessoas comuns, a polícia, os soldados. A maioria deles não são maus, eles são apenas mal informados, sofreram uma lavagem cerebral na sua formação. Você pode alcançá-los, fazer amizade com eles e mostrar-lhes esta informação.

Você pode chegar à polícia e aos militares, até mesmo aos veteranos. Fazê-los entender o que está por vir. Fazê-los perceber que eles foram enganados, que eles estão a ser usados ​​para destruir o seu próprio país, o seu próprio planeta e a si mesmos, está a ser feita uma indução inconsciente à auto-destruição. Se os poderes perderem o controle dos seus braços, será o fim desses criminosos.

Agora você pode não conhecer ninguém nas forças armadas, mas ainda pode ajudar a compartilhar esta mensagem a tantas pessoas quanto possível. O caminho actual para um estado totalitário nos Estados Unidos será lançado no resto do mundo ocidental mais cedo ou mais tarde, se ninguém agir depois de conhecer essa informação.

Compartilhe, publique este artigo no Facebook, Twitter, no seu blog ou onde for, tente alcançar o máximo número de pessoas. Compartilhe com os seus amigos via e-mail. Faça o download do vídeo que acompanha postado abaixo, consiga alguém para traduzir e legendá-lo, compartilhe, faça DVDs para as pessoas que você conhece, pois o assunto é muito, muito sério e de máxima urgência. Quanto mais pessoas atingir, o mais provável é que cheguemos a alguém que esteja na cadeia de comando, e esteja numa posição em que consiga ajudar a parar isto.

Este artigo é uma adaptação da transcrição do vídeo postado abaixo. Ele foi republicado na agenda real mediante solicitação feita por StormCloudsGathering.com com o único propósito de fornecer uma versão escrita das informações prestadas em seu vídeo.

Fonte: http://osbastidoresdoplaneta.wordpress.com/2013/11/01/o-aterrador-futuro-dos-estados-unidos-e-do-mundo-importante-compartilhe/

Anúncios