O Mistério dos Cavaleiros Templários e da Maçonaria

2443433_f520Nota Prisão Planetaria: Nos tempos que correm é de deixar uma pessoa a pensar o que realmente é a crise. Como podem ver com este pequeno artigo, esta história da “crise” já não é de agora. A Elite (através da mainstream media) é que faz pensar que sim.

Se olharmos para a história dos cavaleiros templários e da maçonaria, a teoria mais divulgada sobre a origem da Maçonaria deriva do reconhecimento da Ordem Medieval dos Pobres Soldados de Cristo e do Templo de Salomão, fundado por volta de 1118, mais conhecido como os Cavaleiros Templários. Os Cavaleiros Templários são conhecidos na maçonaria ainda hoje.

Acredita-se que os Cavaleiros Templários tinham o seu acampamento em ou perto do local original do Templo de Salomão e espalharam-se por toda a França no início do século 12. Sendo cavaleiros templários religiosos respondendo apenas à Igreja, deu-lhes isenção de muitas leis e permitiu-lhes receber muitas terras e propriedades em todo o país permitindo a criação de uma rede de riqueza, o que algumas pessoas ainda acreditam ser um dos segredos da maçonaria actualmente.

Pensa-se que as estradas para Jerusalém muitas vezes eram patrulhadas por ladrões que procuravamm atacar os viajantes com destino há cidade santa. Isso deu origem a uma necessidade de protecção por cavaleiros templários para os viajantes e pensa-se que as taxas foram geradas pelos Cavaleiros Templários em troca da protecção oferecida.

Este simples sistema Templário tornou-se um exercício dos cavaleiros que deram origem à primeira forma de banca em que um patrono seria capaz de deixar os fundos com a Ordem dos Templários numa cidade e receber uma nota de crédito que poderia ser trocada numa outra cidade a fim de eliminar o risco de ter que viajarem pelo país com grandes somas de dinheiro.

A Migração dos Cavaleiros Templários

2443424_f520No final do século 12 os Cavaleiros Templários foram retirados da cidade santa, visto não eram mais necessários retornaram para França onde o rei Filipe governou com os cavaleiros continuando a responder apenas à autoridade papal.

O rei da França tinha sido rei desde a idade de 17 anos e herdou muito da dívida dos seus antecessores. Isso significava que os empréstimos eram feitos a partir dos judeus, a Igreja e os Cavaleiros Templários a fim de manter o país. Inevitavelmente isto originou num pobre reembolso por parte da monarquia e causou mudanças drásticas na economia levando a distúrbios e a uma revolta para a remoção do rei Filipe.

Os Cavaleiros Templários permitiram que o rei se refugia-se dentro da sua preceptoria por alguns dias e acredita-se que durante este tempo o rei Filipe criou um plano para prender os judeus no dia 24 de junho 1307 e os cavaleiros templários na sexta-feira 13 outubro de 1307, a fim de manter sua riqueza, propriedade e remover todas as dívidas que eram devidas a eles pela monarquia, possivelmente explicando por que sexta-feira 13 é considerada a sexta-feira do azar por algumas pessoas. Acredita-se que alguns dos Cavaleiros Templários evitaram esta táctica e partiram para a Europa onde, eventualmente, ancoraram na Escócia.

Os Cavaleiros Templários e Robert the Bruce

2443440_f520Parece que Escócia foi uma escolha feita pelos Cavaleiros Templários devido ao facto de que Robert the Bruce foi excomungado pela Igreja e a autoridade papal não se aplicar na Escócia. Isso significava que os Cavaleiros Templários estavam num santuário fora do alcance do papa.

Robert the Bruce estava em guerra com a Inglaterra e teve o prazer de ter a experiência de tais cavaleiros experientes em batalha no seu exército, e acredita-se que os Cavaleiros Templários foram uma parte integrante na derrota dos Ingleses na batalha de Bannockburn.

Robert the Bruce foi muitas vezes creditado por formar elementos da Maçonaria como um meio para esconder o facto de que havia Templários presentes no seu exército. Isto porque ele queria regressar a Escócia para um estado reconhecido nos termos da cristandade e tinha informado a igreja que nunca existiram Templários na Escócia. Desta forma foi possivel aos Cavaleiros Templários continuar como assim o faziam anteriormente, mas agora sob o nome de Maçonaria.

Maçonaria e os passos para Cavaleiros Templários

2443449_f520Existem vários caminhos que podem ser seguidos na Maçonaria. Os três mais conhecidos são o Royal Arch, Rosacruz ( Rosa Cruz ) ou os graus dos Cavaleiros Templários.

Existem 4 graus base aceites em todo o mundo que devem ser cumpridos por uma nova pessoa que decidia entrar na maçonaria. Os outros caminhos são todos diferentes nos seus ensinamentos e lidam com diferentes aspectos da Maçonaria.

Existem muitas opiniões e escolas que especulam sobre as datas em que a Maçonaria passou a existir, sendo a data mais comum 1717.

Supõe-se que Os Cavaleiros Templários obtiveram segredos ao longo das suas viagens a partir dos antigos mistérios em Alquimia, Magia e Técnicas de Construção espalhadas ao longo da história pelos gostos das civilizações grega, romana e egípcia. Talvez seja mito, no entanto torna-se interessante a leitura do número incontável de opiniões e teorias da conspiração no ciberespaço pesquisa.

Heis um curto vídeo sobre esta matéria:

(topinfopost.com)

Anúncios